ESTÉTICA: saiba tudo sobre o ultrassom que imita o lifting facial | TVSOTEROPOLITANA.com The Mobile Television Network

Dr. Willian Ortega responde 5 dúvidas sobre a novidade dos procedimentos não invasivos   Hoje em dia procedimentos de beleza não invasivos, ou seja, que não envolvem cortes, estão com tudo, principalmente agora com a chegada tão esperada do verão. Por...

estética, beleza

ESTÉTICA: saiba tudo sobre o ultrassom que imita o lifting facial

Publicado por: Redação
07/12/2021 20:44:28
Divulgaão
Divulgaão

Dr. Willian Ortega responde 5 dúvidas sobre a novidade dos procedimentos não invasivos

 

Hoje em dia procedimentos de beleza não invasivos, ou seja, que não envolvem cortes, estão com tudo, principalmente agora com a chegada tão esperada do verão. Por serem menos agressivos, tem uma recuperação e resultados mais rápidos, o que é sempre uma vantagem. 

 

Esse tipo de tratamento pode ajudar com o grande desejo de muitas pessoas que é reduzir a gordura localizada e flacidez dos tecidos do corpo. Claro, existem diversas opções para obter esse resultado, mas uma que tem ganhado popularidade pela sua inovação e eficiência é o Ultraformer. 

 

“Também conhecido como Ultraformer III, ele é um ultrassom que emite ondas de calor para a camada SMAS da pele, que é a estrutura de suporte da face, promovendo a produção de colágeno na região,” explica Dr. Willian Ortega, cirurgião dentista especializado em procedimentos faciais. 

 

Ortega explica que o intuito do aparelho é realizar o efeito de um lifiting facial, sem a necessidade de uma cirurgia e em bem menos tempo, com sessões de 15 a 40 minutos. “Através desse estímulo em locais pontuais, ele irá eliminar o tecido adiposo e firmar a pele da região, fazendo com que seu próprio organismo diminua o aspecto caído do rosto.”

 

Na intenção de explicar como este novo tratamento funciona, o cirurgião responde as 5 perguntas mais frequentes que recebe em seu consultório sobre a novidade:

 

  • Em quais locais o ultrassom é aplicado?

Quando falamos do rosto, que é minha a especialidade, pode ser usado para remover aquela papada chatinha, dar uma levantada nas maçãs da face, assim como na mandíbula que também acumula gordura.
A aplicação corporal também é possível e pode ser feito nas axilas, coxas, abdômen ou culotes.

 

  • Qualquer pessoa pode realizar o procedimento?

Sim. Ele é muito pouco invasivo, e não interfere com problemas de saúde. Também não é necessário um peso ideal, basta que uma certa área que tenha um excesso de tecido adiposo e pele desproporcional ao resto. 

 

Indico para quem está buscando um resultado natural, sem alterações na expressão, e uma cútis mais saudável.

 

  •  O procedimento é dolorido?

Pode causar sim um desconforto, já que ele alcança um nível de calor por volta dos 60°C. Para quem tem menos tolerância a dor, pode ser aplicada uma pomada que adormece o local, ou usado um anestésico sublingual alguns minutos antes da sessão. 

 

  • Fica alguma marca na pele depois da sessão?

Um pouco de inchaço pode acontecer, por conta da alta temperatura, e alguma sensibilidade, mas que dura apenas de 2 a 3 dias. As atividades do dia a dia podem ser executadas normalmente, sem nenhuma contraindicação. 

 

  • Em quanto tempo verei o resultado do tratamento?

Após a diminuição do inchaço, você já vai ver uma melhoria incrível da pele. A grande vantagem é que ele continua realizando esse estímulo de colágeno e quanto mais tempo passa melhor o resultado. Por isso, são necessárias apenas 1 ou 2 sessões no ano, uma vantagem inclusive à frente de outros procedimentos que devem ser renovados a cada 3 ou 6 meses.

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar

Comentários