Salvador tem 28 praças e áreas verdes adotadas através do Verde Perto | TVSOTEROPOLITANA.com Para Smart TV, PC e Mobiles

Estimular a participação cidadã e ampliar a cobertura vegetal de Salvador são alguns dos pilares do programa Verde Perto, desenvolvido pela Prefeitura por meio da Secretaria Cidade Sustentável e Inovação (Secis) e que promove, entre outras ações, a prá...

salvador, prefeitura, ondina, barra, itapuã, moradores, rua, acolhimento, tombamento, monumentos, preservação, história, praças

Salvador tem 28 praças e áreas verdes adotadas através do Verde Perto

SECOM PMS
Publicado por: Redação
12/07/2017 18:08:10

Estimular a participação cidadã e ampliar a cobertura vegetal de Salvador são alguns dos pilares do programa Verde Perto, desenvolvido pela Prefeitura por meio da Secretaria Cidade Sustentável e Inovação (Secis) e que promove, entre outras ações, a prática da adoção de espaços públicos pela população. Atualmente a cidade possui 28 espaços adotados – entre praças e canteiros – e contabiliza mais 15 equipamentos em processo de análise para adoção. Quatro espaços tiveram edital lançado esta semana: são os canteiros da Avenida Santo Antônio de Pádua, em São Marcos; da Rua Ceará, na Pituba; e das ruas dos Umbuzeiros e Soldado Luiz Gonzaga das Virgens, ambas no Caminho das Árvores.

 

Desde o lançamento, em 2013, a iniciativa já contabilizou a adoção de 48 espaços em diferentes locais da cidade. Uma das áreas beneficiadas com o programa e que hoje é exemplo de cuidado e participação cidadã é a Praça Engenheiro Carlos Batalha, situada no Rio Vermelho. O adotante do local, o aposentado Silvio Batalha, 67 anos, sempre teve apreço pelo espaço e decidiu se dedicar a cuidar do local para que outras famílias tivessem uma opção de lazer.

 

“Eu cumpro o meu dever cívico de cidadão e retribuo com muita dedicação. Passei minha infância e adolescência nesta praça, onde meu pai me ensinou, no entorno dela, a andar de velocípede, bicicleta e depois a dirigir em um Fusca que ele tinha”, relembra, entusiasmado.

 

Comprometido com o trabalho de preservação da praça, Silvio, que é filho do engenheiro que dá nome ao espaço, implantou no local oito câmeras com infravermelho e imagens para possibilitar aos frequentadores a sensação de segurança. Além disso, foram instalados doze refletores em LED com 50 watts de potência para dar efeito cênico no ambiente no período noturno.

 

“Depois que a praça recebeu estes cuidados, passou a ser mais bem frequentada. É possível encontrar muitas famílias e crianças brincando, até porque a área é convidativa para a comunidade por ser tão bem equipada com brinquedos infantis, aparelhos de ginástica... Os moradores sentem o aconchego e a energia boa que tem esse lugar”, finaliza.

 

O secretário André Fraga destaca a importância da iniciativa. “Um dos eixos desse programa é a parceria do município com o cidadão, as instituições privadas e associações na revitalização de espaços públicos. O resultado disso é benéfico pra todos os envolvidos, porque a cidade passa a ter mais lugares bem conservados e se estabelece um sentimento saudável de pertencimento entre a cidade e quem mora nela”, afirma.

 

Doações – Através do Verde Perto também é possível realizar a doação de equipamentos para serem inseridos nos espaços públicos. Um exemplo desta iniciativa é a parceria estabelecida com a marca de roupas Soul Dila, em maio deste ano, que colaborou na instalação de mais um totem Vem me Regar, implantado no canteiro central da Rua Professor Sabino Silva, no Jardim Apipema. A estrutura de madeira possui regadores de água para estimular os moradores a preservar as áreas verdes.

 

Além deste totem existem mais cinco casos de parceria através da doação de equipamentos, a exemplo da Praça Ana Lúcia Magalhães, no bairro da Pituba, e do parque localizado no Dique do Tororó, onde cada espaço recebeu dez equipamentos de ginástica destinados à prática de exercícios por idosos. Outras duas solicitações de doação também estão em processo de aprovação pela Secis.

 

Participação cidadã – Podem adotar espaços públicos cidadãos comprometidos com a conservação e utilização das áreas públicas e instituições privadas. Através do site do programa, no endereçowww.verdeperto.salvador.ba.gov.br, o interessado deve consultar as áreas disponíveis para adoção e manifestar interesse em adotar o local, protocolando uma proposta junto à Secis. A carta proposta será analisada pela secretaria que, em caso do interessado estar habilitado para a execução da proposta, entrará em contato para firmar um termo de adoção. 

 

No site do projeto é possível obter informações adicionais sobre o processo e as etapas de adoção, documentos necessários para protocolar à proposta e notícias relacionadas ao meio ambiente. Também está disponível na página um manual de plantio de árvores que ensina, detalhadamente, os critérios que devem ser analisados e seguidos para realizar a ação.