Defensoria da Bahia dá início à 2ª Etapa de formação das Defensoras Populares | TVSOTEROPOLITANA.com Para Smart TV, PC e Mobiles

O curso busca formar mediadoras e mediadores comunitários e está previsto para começar no dia 13/jul/2017 

defensoria, dpba, tjba, mp-ba, dpb, tvsoteropolitana, jurisdicionada, assistida, corregedoria, ouvidoria

Defensoria da Bahia dá início à 2ª Etapa de formação das Defensoras Populares

Publicado por: Redação
10/07/2017 19:19:50

Dessa vez, o curso busca formar mediadoras e mediadores comunitários e está previsto para começar no dia 13 de julho

 

A fim de dar continuidade ao Projeto de Formação das Defensoras Populares e atender às demandas da sociedade civil, a Defensoria Pública do Estado da Bahia – DPE/BA, através da Escola Superior da Defensoria Pública do Estado da Bahia – ESDEP, Ouvidoria Cidadã e demais instâncias da Instituição, dará início à 2ª etapa do projeto com o Curso de Mediação Comunitária de Conflitos, nesta quinta-feira, 13. O objetivo é formar mediadoras e mediadores comunitários que estejam atentos às questões dos moradores do bairro onde vivem, contribuindo para que o ambiente antes conflituoso se torne plural, seguro e democrático.

 

Essa é a segunda etapa do Projeto de Formação das Defensoras Populares, iniciado em julho de 2015 e concluído no segundo semestre de 2016, onde foram formadas 22 lideranças populares. O projeto contribui como meio de participação social, inclusão e instrumento de cidadania, além de praticar a democracia participativa, solucionando os conflitos com o diálogo produtivo.

 

Segundo a diretora da Escola Superior da Defensoria Pública, Firmiane Venâncio, o curso tem como objetivo sensibilizar as pessoas e explicar o que é a mediação e quais as ferramentas serão disponibilizadas para que as pessoas se identifiquem com a proposta do curso. “Conseguimos agregar mais parceiros para esse curso, como o Observatório de Pacificação Social da UFBA. É um projeto conjunto com a Ouvidoria, e as especializadas Cível, Direitos Humanos e de Família da Defensoria. Há uma construção maior de estrutura, afinal, formando as lideranças comunitárias, muitos dos conflitos que chegam à Defensoria, serão mediados na própria comunidade.”

 

A mediação é o novo paradigma jurídico e social que ressurge para ampliar o acesso à justiça, garantir a melhora na prestação jurisdicional e também reduzir a quantidade de processos judiciais. Para atender às expectativas do curso, a Defensoria Pública firmou parceria com o Observatório de Pacificação Social da Universidade Federal da Bahia – UFBA e com a Associação de Moradores do Nordeste de Amaralina e de Periperi para que possam ser realizadas as mediações com a comunidade local.

 

QUEM PODE PARTICIPAR?

 

Inicialmente, o público beneficiário deste curso de mediação são as defensoras populares formadas no ano passado, as organizações da sociedade civil e comunidades com níveis altos de conflitos, que estão localizadas em Periperi e Nordeste de Amaralina.

 

SERVIÇO

O que? Curso de Mediação Comunitária de Conflitos

Quando? Quinta-feira, 13 de julho de 2017

Onde? Auditório da ESDEP – R. Pedro Lessa, nº 123, Canela, Salvador


Notícias relacionadas
Vídeos relacionados
Comentários