Smartphone: Levar na assistência técnica ou investir em um aparelho novo? | TVSOTEROPOLITANA.com Para Smart TV, PC e Mobiles

Quando os smartphones começam a travar mais do que a internet discada dos anos 90 ou já tiveram diversos encontros com o asfalto/vaso sanitário, é chegado o momento de avaliar as opções: levar o aparelho em uma assistência técnica ou investir em um nov...

smartphone, celular, online, tv, smart, tv, 3g, wi-fi, 4g, jornal, cultura, ibope, ibge

Smartphone: Levar na assistência técnica ou investir em um aparelho novo?

Publicado por: Redação
07/06/2017 08:28:46


Quando os smartphones começam a travar mais do que a internet discada dos anos 90 ou já tiveram diversos encontros com o asfalto/vaso sanitário, é chegado o momento de avaliar as opções: levar o aparelho em uma assistência técnica ou investir em um novo? Para auxiliar o usuário a tomar a melhor decisão, a Rede Multi Assistência reuniu algumas dicas que valem a reflexão. Confira:



• Preços


Uma tela quebrada ou uma bateria que já não segura mais carga alguma são as duas razões mais comuns para alguém procurar uma assistência técnica. No entanto, dependendo do modelo, o reparo pode pesar no bolso. O sócio-fundador da Rede Multi Assistência, Edmilson Silva, afirma que caso o valor do conserto ultrapasse 50% do preço atual do aparelho ou de um semelhante no mercado, vale a pena adquirir um novo – ou mesmo um usado com garantia!

• Mais de um bug


Supondo que o celular apresente um defeito de software e, a caminho da assistência técnica, o consumidor também se lembra de que o touch screen já não está tão bom e a entrada para o carregador está com mal contato. Nesse caso, o especialista aconselha somar o valor de todos os reparos e fazer a mesma conta dos 50% do preço para ver se vale a pena.



• Tempo de reparo


Caso o aparelho vá, enfim, para a assistência, uma dica preciosa é sempre ter um “quebra-galho” na gaveta ou provavelmente acabará comprando um de qualquer forma. O prazo de conserto, sobretudo em lojas autorizadas, pode chegar aos 30 dias e a maioria dos clientes não pode ficar esse tempo todo sem um smartphone. “Se o consumidor tiver um celular reserva e o smartphone no conserto seja novo ou ainda tenha uma vida útil bacana, vale a pena investir no reparo mesmo que leve um tempo”, comenta Edmilson.



• Vida útil


Outro ponto que vale destaque é o fato de nem sempre o aparelho ter realmente um problema. O sistema operacional de modelos mais antigos – Android 2.3, Windows Phone 7 ou iOS 6 – pode estar ultrapassado e, por isso, alguns aplicativos e funcionalidades acabam travando. Para se certificar de que é isso mesmo, é interessante levar o celular em uma assistência técnica e os profissionais darão o veredicto.



• Precisa mesmo?


Há ocasiões em que mesmo o smartphone apresentando um defeito de resolução rápida e de baixo custo, o indivíduo prefere adquirir um novo; se o aparelho ainda tem uma vida útil, está em bom estado e atende às necessidades do usuário, não há razão para isso. “Se a intenção é sempre possuir o celular da moda, será preciso comprar um novo a cada seis meses ou menos e a grande maioria dos brasileiros não conseguirá fazer isso devido aos custos”, finaliza Edmilson.


Tags: smartphone | celular | online | tv | smart | tv | 3g | wi-fi | 4g | jornal | cultura | ibope | ibge |
Vídeos relacionados
Comentários