Campanha da DPE “Doe um livro e escreva uma nova história” recebe grande doação | TVSOTEROPOLITANA.com Para Smart TV, PC e Mobiles

Ao todo, 138 livros foram doados para a campanha   A campanha de doação de livros da Defensoria Pública, Doe um livro e escreva uma nova história, recebeu um grande donativo nesta última terça-feira, 7. Mais de 100 livros - entre romances, cartilhas e ...

livro, codinome, pandora, autora, literaturas, deficiencia, autora, baiana, salvador, tvsoteropolitana

Campanha da DPE “Doe um livro e escreva uma nova história” recebe grande doação

Publicado por: Redação
10/02/2017 12:40:10

Ao todo, 138 livros foram doados para a campanha

 


A campanha de doação de livros da Defensoria Pública, Doe um livro e escreva uma nova história, recebeu um grande donativo nesta última terça-feira, 7. Mais de 100 livros - entre romances, cartilhas e gibis - foram arrecadados pela estudante Suelem Campo junto aos colegas do Colégio Estadual Manoel Devoto, depois de tomar conhecimento da campanha através da Pastoral do Menor. Os livros serão direcionados para a construção de uma biblioteca na Comunidade de Atendimento Socioeducativo (Case Feminina de Salvador). A campanha prossegue até o fim de fevereiro.

 

O defensor público Bruno Moura, que atua na Especializada de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente e idealizou da campanha, recebeu as doações e diz estar feliz com a iniciativa de Suelem e com a intermediação da Pastoral. "O apoio da Pastoral foi excepcional! Eles estão com uma campanha chamada Dê oportunidade: ninguém nasce infrator que reforça o discurso da nossa campanha, que é humanizar o processo de ressocialização. Vamos criar uma biblioteca dentro da unidade e investir na educação como instrumento desse processo. Além disso, queremos diminuir o estigma da sociedade com esse adolescente que cumpre a medida de internação, fazendo com que os colaboradores da campanha façam parte do processo de ressocialização", assegurou o defensor.

 

A recém-formada no Ensino Médio Suelem da Silva Campo foi quem mobilizou a escola e a comunidade em que vive para a arrecadação. "No final do ano passado, o pessoal da formatura tinha a intenção de doar brinquedos para famílias carentes, e eu pensei que seria mais legal doarmos algo a mais, como livros, pois todo mundo tem livros em casa. A Pastoral me informou da campanha da Defensoria e eu me empolguei. Comuniquei na minha escola e algumas pessoas se mobilizaram. Foi gratificante!", contou a estudante.

 

A Pastoral do Menor, localizada no bairro do Garcia, foi a ponte para que as doações chegassem até a campanha da Defensoria. Foi através dela que Suelem soube do projeto e resolveu ajudar. A pedagoga e funcionária da Pastoral, Joice Santana, disse que eles atuam como pontes para diversos projetos como esse. "Nós sempre recebemos doações de pessoas que querem ajudar os centros e não sabem o que fazer. Como acompanhamos mais de 20 comunidades de Salvador, lembramos dessa campanha da Defensoria Pública e fizemos a ponte para que Suelem pudesse doar."

 

A campanha Doe um livro e escreva uma nova história se estende até o fim de fevereiro e está aberta ao público para que façam suas contribuições através das caixas coletoras nas unidades da Defensoria Pública em Salvador. Saiba como doar aqui.

Fonte: DPE