O que acontece quando seu pé adormece? | TVSOTEROPOLITANA.com 100% Internet

Imagine que você acabou de se sentar para assistir ao seu programa de TV favorito. Você decide se aconchegar com as pernas cruzadas porque acha mais confortável dessa forma.   Quando o episódio termina, você tenta se levantar e de repente seu pé direit...

circulação, vascular, cerebro, dormencia

O que acontece quando seu pé adormece?

Publicado por: Redação
17/09/2021 09:01:40
Cortesia Pixabay
Cortesia Pixabay

Imagine que você acabou de se sentar para assistir ao seu programa de TV favorito. Você decide se aconchegar com as pernas cruzadas porque acha mais confortável dessa forma.

 

Quando o episódio termina, você tenta se levantar e de repente seu pé direito não está funcionando. No início, você simplesmente não consegue movê-lo, então parece que tem alfinetes e agulhas por todo lado. Por um ou dois minutos parece desconfortável e estranho, mas logo você é capaz de se levantar e andar normalmente.

 

O que acabou de acontecer?

Sou um fisiologista do exercício - um cientista que estuda o que acontece com nossos corpos quando nos movemos e nos exercitamos. O objetivo de grande parte da minha pesquisa foi entender como o cérebro fala e controla as diferentes partes do nosso corpo. Quando seu pé adormece, há algo errado com a comunicação entre seu cérebro e os músculos dessa área.

 

Cada vez que você decide mover seu corpo, seja em pé, caminhando ou praticando esportes, seu cérebro envia sinais aos músculos para garantir que eles se movam corretamente. Quando o cérebro é incapaz de falar com um músculo ou grupos de músculos, algumas coisas estranhas podem acontecer - incluindo aquela parte do seu corpo que fica com aquela sensação estranha de adormecer.

 

Geralmente começa com uma sensação de dormência ou formigamento nessa área. Essa sensação, que muitas vezes as pessoas também chamam de “alfinetes e agulhas”, é tecnicamente conhecida como parestesia .

 

Algumas pessoas pensam erroneamente que a falta de fluxo sanguíneo causa essa sensação. Eles imaginam que a sensação de “adormecer” acontece quando o sangue, que carrega nutrientes por todo o corpo, não consegue chegar aos pés. Mas isso não está certo.

 

Quando seu pé adormece, é porque os nervos que conectam o cérebro ao pé estão ficando espremidos graças à posição em que você está sentado. Lembre-se, são esses nervos que carregam mensagens para frente e para trás para permitir que seu cérebro e seu pé se comuniquem um com o outro. Se os nervos forem comprimidos por um certo tempo, você não sentirá muito o pé, porque ele não consegue transmitir as mensagens normais ao cérebro sobre como se sente ou se está se movendo.

 

Quando você começa a se mover novamente, a pressão sobre os nervos é liberada. Eles “acordam” e você começará a notar uma sensação de “alfinetes e agulhas”. Não se preocupe, essa sensação durará apenas alguns minutos e então tudo voltará ao normal.

 

Agora vem a pergunta importante: isso é perigoso? Na maioria das vezes, quando seu pé, ou qualquer outra parte do corpo, adormece, é temporário e nada com que se preocupar. Na verdade, como dura apenas um ou dois minutos, você pode nem se lembrar do que aconteceu no final do dia.

 

Mesmo que não esteja causando nenhum dano permanente, você ainda pode querer evitar a sensação desconfortável que surge quando seu pé adormece. Aqui estão algumas dicas que podem ajudar:

 

  • Mude de posição com freqüência.
  • Não cruze as pernas por muito tempo.
  • Quando você ficar sentado por um longo tempo, tente levantar-se de vez em quando.

 

Você provavelmente não pode impedir 100% que seu pé adormeça. Portanto, não se preocupe se isso acontecer de vez em quando. Ele irá embora muito rapidamente - e talvez possa lembrá-lo de todas as mensagens cerebrais importantes que seus nervos geralmente transmitem sem que você perceba.

 

Por 

Professor assistente de fisiologia do exercício, Mississippi State University

Originalmente Publicado por: The Conversation

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar

Comentários