Sal e sódio: conheça as diferenças e saiba como reduzir a ingestão | TVSOTEROPOLITANA.com Para Smart TV, PC e Mobiles

São Paulo, 30 de agosto de 2016 - O sódio é um mineral com diversas funções orgânicas, como controlar o volume do sangue, o ritmo cardíaco e até as contrações musculares. Apesar ...

sal, sódio, marinho, hipertensão

Sal e sódio: conheça as diferenças e saiba como reduzir a ingestão

Publicado por: Redação
31/08/2016 14:48:19

São Paulo, 30 de agosto de 2016 - O sódio é um mineral com diversas funções orgânicas, como controlar o volume do sangue, o ritmo cardíaco e até as contrações musculares. Apesar de seus benefícios, quando consumido em excesso, o sódio causa problemas de saúde como hipertensão arterial e é uma das principais razões de danos renais. Por conta dos riscos, a Sociedade Brasileira de Cardiologia recomenda que a quantidade de sódio seja de até 1.600mg, ou ainda 5g diários de sal. Contudo, pesquisas apontam que o brasileiro consome mais que o dobro de sal recomendado, chegando a 12g por dia.

 

“Para que se possa reduzir a ingestão, é importante que se conheça mais sobre o tema. Para começar, é preciso entender que o sódio é apenas um dos elementos do sal de cozinha”, explica a coordenadora do curso de Nutrição do Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio (CEUNSP), Amanda Calegari. Também chamado de Cloreto de Sódio, o sal é uma combinação de Sódio com Cloro, que confere o sabor salgado característico. Já o sódio isolado ou acrescentado em temperos industrializados (aditivos), apresenta sabor apenas ligeiramente salgado. “Por isso, não podemos nos iludir. Alimentos que aparentemente não são tão salgados ao paladar podem ainda assim, conter muito sódio”,

 

A professora esclarece que, além do uso para dar sabor à comida, o sal é muito utilizado para conservação de alimentos, usado na produção da maioria dos alimentos industrializados, como carnes curadas e conservas, e de embutidos, como salsicha, presunto e mortadela. Também é utilizado para agregar, acentuar ou mascarar sabores, como no caso do adoçante. “Por isso é muito importante estar atento ao rótulo dos alimentos. Alguns pratos simples do nosso cotidiano já podem nos fazer ultrapassar facilmente o consumo diário recomendado. Três salsichas, por exemplo, têm 2142mg de sódio, ou seja, muito além do limite recomendado”, completa.

 

Uma estratégia excelente e eficaz para reduzir a ingestão de sódio é evitar o consumo de alimentos embutidos em geral como salaminho, mortadela, queijos em geral; também salgadinhos, amendoins com casquinha, petisquinhos industrializados. Evitar o uso do saleiro de mesa e de temperos prontos também é importante.  “Outra dica valiosa é usar ervas como manjericão e alecrim para cozinhar, já que são bons substitutos do sal, pois dão sensação agradável ao paladar e olfato, gerando a sensação de alimento já bem temperado”, recomenda.

 

A professora finaliza com a receita do sal de ervas, preparação simples e rápida de ser feita em casa e completa com uma relação da quantidade de sódio em alguns alimentos industrializados.

 

Sal de ervas: misture Sal marinho (3 colheres sopa), Tomilho seco (1 colher sopa), Salsa seca (1 colher sopa), Manjericão seco (1 colher chá), Alho (5 dentes) e Pimenta (1 colher café - opcional). Triture tudo em liquidificador até obter um tempero com textura fina. Guarde em geladeira e use em substituição do Sal para preparações.

 

ALIMENTO

QUANTIDADE DE SÓDIO

1 embalagem de macarrão instantâneo, com tempero de carne

2142mg

100g queijo parmesão ralado

1982mg

100g de biscoito de polvilho

1092mg

1 colher de sopa de molho de soja (shoyo)

902mg

3 fatias de presunto

792mg

1 hambúrguer bovino industrializado

567mg

2 colheres de sopa de ketchup

300mg

1 colher de sopa de molho de salada pronto

250mg

5 biscoitos água e sal

200mg

200ml de refrigerante de cola zero

28mg

200ml refrigerante de cola light

40mg

200ml de suco de caixinha light

8mg

 

Para mais informações sobre o curso de Nutrição do CEUNSP, clique aqui.

Sobre o CEUNSP - Com mais de 50 anos de tradição e dois campi – Itu e Salto –, o CEUNSP é reconhecido por seu ensino de qualidade, no qual a diretriz é a formação de profissionais com alto nível de excelência em ética, competência e competitividade. Oferece cursos em diversas áreas, com indicadores de qualidade comprovada pelo MEC, ENADE e Guia do Estudante. A Instituição integra a Cruzeiro do Sul Educacional S/A, um dos mais representativos grupos educacionais do País, com mais de 150 mil alunos, que reúne instituições academicamente relevantes e marcas reconhecidas em seus respectivos mercados, como Universidade Cruzeiro do Sul e Universidade Cidade de São Paulo (São Paulo/SP), Universidade de Franca (Franca/SP), Centro Universitário do Distrito Federal (UDF), Centro Universitário Módulo, Faculdade Caraguá (Caraguatatuba – SP), Faculdade São Sebastião (São Sebastião/SP), além de colégios de educação básica e ensino técnico.


Comentários