Guarda compartilhada dá certo, menos para os filhos | TVSOTEROPOLITANA.com Televisão via Internet

Por Ronaldo Santos Quem tem dúvidas que o conceito “família” está em transformação? O modelo tradicional de pai e mãe, convivendo sobre o mesmo teto e responsáveis para lidar e administrar as diversas questões do dia a dia, que envolvem a formação dos ...

família, direito, divorcio, separação, filhos, proteção, cuidados, violência, pais, guarda, compartilhada, mediação

Guarda compartilhada dá certo, menos para os filhos

Publicado por: Redação
23/11/2019 21:37:39
Courtesy Pixabay
Courtesy Pixabay

Por Ronaldo Santos

Quem tem dúvidas que o conceito “família” está em transformação? O modelo tradicional de pai e mãe, convivendo sobre o mesmo teto e responsáveis para lidar e administrar as diversas questões do dia a dia, que envolvem a formação dos filhos, está sendo repaginado.

 

Independente da forma como se dá a convivência de todos os envolvidos, é preciso levar em conta, sempre, e em qualquer situação, o bem-estar dos filhos.

 

Amar, cuidar, proteger, educar. Esses valores devem estar à frente de todo e qualquer interesse do casal que deseja filhos minimamente saudáveis. Sem esses valores, torna-se impossível deixar, como legado, adultos capazes de respeitar a si mesmos e principalmente ao próximo.

 

Pessoas inteligentes emocionalmente, que saibam entender, perceber, avaliar e administrar suas próprias emoções e a dos outros está cada vez mais raro. Somos todos cada vez mais intolerantes.

 

A intolerância por sua vez gera uma série de outros conflitos. E nos conflitos de casais nasce a separação. Motivos e razões é o que não falta, cada parte tem um monte delas. Alguém falou em filho? Na maioria das vezes filho é o que menos importa.

 

Com o passar dos tempos você começa a se perguntar: até onde valeu a pena buscar a justiça para alcançar o que se entendia o melhor para a criança. Eu tentei...e como tentei mudar a realidade do meu filho, ainda de pouca idade, sem disputas ou guerra psicológica. Não valeu a pena. Afinal, filhos crescem, se tornam adultos e capazes de por si fazer um remake e tirarem suas próprias conclusões.

 

Mas, durante a sua formação devem sentir que são amparadas e não objeto ou instrumento de disputa entre os seus pais. Caso contrário, tornam-se frágeis, inseguras e, muitas vezes, infelizes... devido à falta de entendimento dos genitores.

 

Após uma audiência de conciliação, consegui a tal guarda compartilhada. Isso foi em 2003 ele tinha apenas 1 ano de idade. Desde então, o que de fato aconteceu foram sucessivas manobras da mãe ao longo dos anos para que realmente eu não pudesse ver o menino.  Deu certo, eu nunca o vi.

 

Faço coro como outros pais que já declararam expressamente entender que a Guarda Compartilhada é fantasiosa e risível, eu tenho essa mesma percepção que a maioria sobre o assunto, que a GC não é o caminho para manter a saúde psicológica da criança. Geralmente aquele que "detém o poder" não cumpre a sua parte e ao contrário, passa a dar lugar a alienação parental, essa sim, sempre dá certo pois é muito fácil denegrir a imagem do parceiro/a.

 

Mesmo assim, nunca desisti de procurá-lo e a única forma seria através da mãe. Dezessete anos depois, graças às tecnologias, inimagináveis a época, uma simples busca pelo cpf da genitora em sites especializados, foi possível descobrir telefone, endereço e tudo o mais. 

 

Refleti muito antes de decidir ligar para checar o telefone e do outro lado, a voz confirmava, era a mãe dele. Ansioso por informações do garoto, hoje com quase 18 anos, fui logo aos atuais comunicadores de mensagens. Adicionei o número e, após ser aceito, tentei ser o mais gentil possível, afinal dezessete se passaram.

 

A conversa aqui descrita revela o quanto o tempo em nada mudou. A mesma narrativa de 18 anos atrás:

O histórico de "Conversa do WhatsApp com Ka" genitora, 43 anos, se deu nessa linha:


03/10/19 10:38 - EU: Olá bom dia. Desculpe pelo Parabéns atrasado. Mas desejo muita saúde e paz sempre.
03/10/19 10:41 - EU: Muito tempo se passou, sabemos disso. Creio que uns quinze anos. Mas o passado deve ficar no passado.
03/10/19 10:48 - EU: E todo o tempo do mundo não será o bastante para esquecer o Rafael. Já quis te ligar antes para saber dele, mas poderia dar um outro sentido por essa razão não liguei. Deve estar grande e bonito. ..igual ao pai. Tenho muita curiosidade sobre ele (é natural que tenha).
03/10/19 10:51 - EU: Quase não tenho fotos e nada sei sobre ele exceto que eu sou o pai dele.
03/10/19 10:55 - EU: Mas se o tempo foi capaz de fazer você rever essas coisas, vou ficar feliz em saber dele acredite.
03/10/19 10:58 - EU: Estranho é que eu me recusei até hoje em te ligar, mas a saudade é um sentimento que não tem cura. E hoje foi o dia da recaída.
03/10/19 11:09 - EU: Devo imaginar que ficou aí meio que surpresa com minhas mensagens. Mas hoje você é uma mulher mais adulta, casada, mais ponderada e isso contribuiu para a minha iniciativa.
03/10/19 11:13 - EU: É, eu também amadureci, mas sabe de uma coisa? Nunca será tarde para um mea culpa.
03/10/19 11:15 - EU: Por fim, espero que esteja bem junto com a sua família. Que Deus abençoe e ilumine sempre!
03/10/19 11:20 - Ka: Olá, bom dia. Obrigada.
03/10/19 11:21 - Ka: Rafael está bem. Um rapaz inteligente e bonito.
03/10/19 11:23 - Ka: 17 anos
03/10/19 11:24 - EU: Eu imagino que sim, você desde que o recebeu dedica-se como uma leoa e o seu filhote. Protetora! Ainda bem.
03/10/19 11:25 - Ka: Não tenho nada contra (editado). É que nós não sabemos nada de você.
03/10/19 11:25 - Ka: *nada contra você
03/10/19 11:25 - EU: Faz sentido
03/10/19 11:26 - Ka: Sempre. Continuo me dedicando.
03/10/19 11:26 - EU: Fico muito feliz em saber
03/10/19 11:27 - Ka: Rafael é formidável
03/10/19 11:27 - Ka: Um filho maravilhoso
03/10/19 11:27 - EU: Puxou o pai ou mãe?
03/10/19 11:27 - Ka: Tenho orgulho disso
03/10/19 11:28 - Ka: Não sei, acho que é dele mesmo, sabe?
03/10/19 11:28 - Ka: Vou dizer a ele que você entrou em contato.
03/10/19 11:28 - EU: Já estou ficando orgulhoso dele
03/10/19 11:29 - Ka: Só uma pergunta: Como você conseguiu o meu número?
03/10/19 11:30 - EU: Há muito tempo tenho seu número, o que nunca tive foi vontade de entrar em contato.
03/10/19 11:31 - Ka: Não respondeu
03/10/19 11:31 - Ka: Pode falar
03/10/19 11:31 - Ka: Seja sincero
03/10/19 11:31 - EU: Mas sobre o não saber nada sobre mim.
03/10/19 11:31 - Ka: Como conseguiu o meu celular?
03/10/19 11:32 - Ka: Tentei entrar em contato com você, mas nunca tive o seu celular ou um número fixo.
03/10/19 11:34 - EU: Acho que não procurou com o coração
03/10/19 11:35 - EU: (endereço editado)
03/10/19 11:36 - EU: (endereço editado)
03/10/19 11:40 - EU: Sobre o seu telefone, o meu ou o de qualquer pessoa, você encontra no Experian Serasa. Não é um segredo ou algo ilícito. Está lá, para qualquer empresa.
03/10/19 11:43 - EU: Fico maravilhado em saber que teve essa atitude
03/10/19 11:52 - Ka: Que bom.
03/10/19 11:53 - Ka: Como eu falei, vou dizer ao Rafa que você entrou em contato.
03/10/19 11:53 - EU: Obrigado por isso
03/10/19 11:54 - Ka: Por nada
03/10/19 11:54 - Ka: Preciso trabalhar
03/10/19 11:55 - EU: Poxa eu também. Desculpe tá?
03/10/19 11:55 - Ka: Ok
03/10/19 11:56 - EU: Depois deixo o meu número.
03/10/19 11:56 - EU: (endereço editado)
03/10/19 12:16 - EU: Faz sentido. Logo depois de você, optei em morar em outro lugar. Entendi que isso findaria nosso imbróglio. Voltei a fazer (editado)
03/10/19 12:27 - EU: Vou a Salvador esporadicamente. Última vez foi em 2016. Desfiz recentemente do terreno em (endereço editado)
03/10/19 12:59 - EU: Continuo estudando, trabalho fazendo o que gosto. Então não será difícil para você saber sobre minha pessoa, basta umas buscas no Google para encontrar tudo na Internet. Resumindo e para atualizar você é isso. Todos no Facebook, WhatsApp. Diga ao Rafa (por favor) que nunca o esqueci ou deixei de amá-lo. Nunca!
03/10/19 13:10 - Ka: Nunca soube que você comprou terreno em (endereço editado). Onde foi?
03/10/19 13:12 - Ka: Preciso sair agora com meu marido
03/10/19 13:13 - EU: Tenham uma ótima tarde.
03/10/19 13:15 - EU: Não poderia saber. Não nos comunicamos tem 17 anos.
03/10/19 13:15 - Ka: Exato. Obrigada

 

Sem notícias, voltei a falar 30 dias depois:

.
11/10/19 15:49 - EU: Olá boa tarde
11/10/19 15:51 - EU: Como disse vou deixar meus contatos para que o Rafa possa estabelecer contato caso deseje:
11/10/19 15:53 - EU: Este número permanece é WhatsApp 
11/10/19 15:54 - EU: Em São Paulo: (endereço editado) também WhatsApp
11/10/19 15:56 - EU: Em Pernambuco: (endereço editado) também WhatsApp 
11/10/19 15:57 - EU: Em São Paulo: (endereço editado)
11/10/19 15:58 - EU: Facebook.com/xxxxxxxxxxxxxxxx
11/10/19 15:59 - EU: Facebook.com/xxxxxxxxxxxxxxxx
11/10/19 16:00 - EU: Creio ser o bastante
11/10/19 16:03 - EU: Como vê canais de comunicação é o que nunca faltou e nunca houve bloqueios.
11/10/19 16:08 - EU: Tem coisas na vida que não podemos bloquear por mais que queiramos.
11/10/19 16:12 - EU: (endereço editado) também tem telefone no rodapé da plataforma. Todas têm.
11/10/19 16:55 - Ka: Olá, boa tarde.
11/10/19 16:55 - Ka: Vou passar para ele
11/10/19 17:40 - EU: Obrigado
11/10/19 17:40 - EU: Tenham um excelente final de semana.
11/10/19 18:08 - EU: Obs. Os irmãos estão curiosos por informações sobre ele. Todos estamos muitos ansiosos por isso é natural que isso ocorra. Espero que compreenda esse sentimento.
11/10/19 18:25 - Ka: Para vocês também.
11/10/19 18:26 - Ka: Claro. Ele já tem os seus contatos.

A resposta após o último contato em 07/11/2019:


07/11/19 11:40 - EU: 2016
07/11/19 11:46 - EU: Ka, se de alguma forma, meu número de telefone em seu celular, causar algum tipo de constrangimento, sinta-se à vontade para excluir.
07/11/19 11:52 - EU: Contudo, é natural que após 17 anos eu tenha muitas perguntas e curiosidades apenas sobre o Rafa. Tenho certeza que você entende isso. Bom dia!

07/11/19 12:46 - Ka: Olha, não tenho tempo para conversas com você. Eu estou bem, estou feliz com meu marido, por tanto deixe-me em paz. Rafael já tem os seus contatos. Não tenho nada para tratar com você, entendeu? Você está sendo muito inconveniente, o meu marido é um cara bem ciumento. Portanto, pare de enviar mensagens para mim. Não posso fazer nada se o Rafael não quer falar com você.

07/11/19 16:09 - Ka: "Olha, não tenho tempo para conversas com você..."

 

Resposta

Concordo, é reciproco, você é uma pessoa, enquanto mulher, não me interessa há 18 anos. Só o Rafa me interessa

"Eu estou bem, estou feliz com meu marido, por tanto deixe-me em paz..."
Sua vida privada, sua felicidade com quem ou como vive não me interessa e nunca interessou, tanto que não perguntei nada sobre isso.

"Rafael já tem os seus contatos..."
Se ele tem como entrar em contato (o que é duvidoso) e não entrou é porque sofreu, desde a infância, um crime chamado ALIENAÇÃO PARENTAL

"Não tenho nada para tratar com você, entendeu?..."

Se eu tivesse contato ou como falar com ele diretamente, certamente eu nunca falaria com você. Nessa trilogia você é a peça menos importante. Uma carta fora do baralho, pessoa com uma narrativa defasada no tempo. Envelhece e não aprende.

"...você está sendo muito inconveniente, o meu marido é um cara bem ciumento."
Perguntar sobre o meu filho (se é que é meu filho) só é inconveniente para pessoas como você. Sobre o seu marido ser ciumento isso é próprio de homens inseguros. Com todo respeito, a mim ele não assusta.

"..., portanto, pare de enviar mensagens para mim..."
Fazem quase 30 dias que enviei a última mensagem apenas para falar com ele (Rafa).


"...não posso fazer nada se o Rafael não quer falar com você..."
Há muito tempo que eu não acredito e nem confio em você, até pensei que a sua idade avançada, fosse capaz de mudar seu discurso. Mas vejo o quanto você expressa o tipo de educação que deu a ele.

Para que não distorça minhas palavras, solicitei uma ATA NOTARIAL, sobre esta conversa. Nunca se sabe!
Conversa do WhatsApp com Ka.

 

Uma história, que infelizmente não poderá ser reescrita.

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar

Noticias

Vídeos relacionados