Polícia Federal deflagra operação que investiga esquema de venda de sentenças judiciais no TJBA | TVSOTEROPOLITANA.com Para Dispositivos Moveis

SALVADOR (19/11) - Desembargadores e Juízes da Bahia acordaram na manhã de hoje com a Policia Federal batendo em suas portas e gabinetes. Já não era sem tempo, na lista figuram, o atual presidente do Tribunal da Bahia, desembargadores a juízes de prime...

tjba, decisão, sentença, pf, ação, processo, dpe, assistida, jurisdicionada, atentado, posse, reivindicatória, esbulho, cpc, digitalização

Polícia Federal deflagra operação que investiga esquema de venda de sentenças judiciais no TJBA

Publicado por: Redação
19/11/2019 08:50:21
Divulgação/PF
Divulgação/PF

SALVADOR (19/11) - Desembargadores e Juízes da Bahia acordaram na manhã de hoje com a Policia Federal batendo em suas portas e gabinetes. Já não era sem tempo, na lista figuram, o atual presidente do Tribunal da Bahia, desembargadores a juízes de primeiro grau, além de advogados e servidores.

 

A ordem partiu do Min. Og Fernandes do STJ. Volta e meia o TJBA ou alguns dos seus membros ocupam manchetes dos principais veículos da imprensa nacional. Trata-se de um tribunal com a pecha de pior do país, cadeira cativa do CNJ com inúmeras queixas, ações no STJ e investigações da Polícia Federal. 

 

O TJBA é denunciado por diversas falcatruas que vão desde uma "simples" decisão eivada de vícios causados pela prolação de uma sentença extra, ultra ou citra petita desencadeando uma série de divergências doutrinárias e jurisprudenciais, corrupção, homicídios, venda de sentenças, licitações duvidosas entre outros crimes. Um Po(dre) Judiciário que arrasta-se num lamaçal movediço, que envergonha e constrange seu povo.

 

O TJBA não passa pelo serasa do judiciário. Vive num lamaçal movediço que envergonha e constrange seu povo. É nome sujo sem prescrição. Uma rápida leitura das 70 paginas do inteiro teor da decisão são suficientes para que o cidadão de bem tenha a verdadeira noção da podridão e fique perplexo com a sofisticada organização criminosa e o funcionamento das ações da quadrilha. Tudo sob o comando dos mandatarios do Po(dre) Judiciário da Bahia. Tudo sob o manto da Lei!

 

 

Polícia Federal

A Operação FAROESTE deflagrada pela PF, tem como objetivo desarticular possível esquema criminoso voltado à venda de decisões judiciais por juízes e desembargadores do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia, além de corrupção ativa e passiva, lavagem de ativos, evasão de divisas, organização criminosa e tráfico influência.


Mais de 200 Policiais Federais, acompanhados de Procuradores da República, cumprem quatro mandados de prisão temporária e 40 mandados de busca e apreensão em gabinetes, fóruns, escritórios de advocacia, empresas e nas residências dos investigados, nas cidades de Salvador, Barreiras, Formosa do Rio Preto e Santa Rita de Cássia, na Bahia, e em Brasília.


Também estão sendo cumpridas determinações de afastamento de quatro desembargadores e dois juízes de Direito de suas funções.


Os mandados foram expedidos pelo Superior Tribunal de Justiça e têm por objetivo localizar e apreender provas complementares dos crimes praticados.

 

Fonte: TVForense

 

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar

Noticias